Corpo de motociclista é removido ao IML

O corpo do motociclista José Santana Neves Júnior, de 40 anos, foi encontrado no final da tarde desta segunda-feira (16) às margens da rodovia AL-115, entre os municípios de Arapiraca e Igaci, no Agreste alagoano. Ele sofreu um acidente automobilístico quando retornava da cidade de Penedo, onde participou de um encontro de motociclistas, para Caruaru-PE, e não resistiu aos ferimentos.

Familiares e amigos passaram o dia de hoje realizando buscas na região, contando com o apoio de militares do 3º Batalhão de Polícia Militar e do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) foram acionados à ocorrência, acompanhando o levantamento da perícia sobre as causas do sinistro. O corpo deve ser recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca, onde será submetido ao exame de necropsia antes de ser liberado para o sepultamento.

O Detalhedanoticia.com.br esteve no local onde o corpo foi encontrado e acabou registrando a chegada do I.C e também da Policia Civil no local do ocorrido. O BPRV que também esteve no local, constatou que ocorreu indícios de saída de pista, já o I.C, através da perita Rafaela Leite, realizou a perícia no local e notou que o motociclista passou reto na curva, que segundo informações, e segundo informações, chovia muito na hora do acidente, o que pode ter colaborado para a saída de pista, que foi fatal.

O acidente ocorreu já na região de Igací, e por isso, o trabalho teve que ser então realizado pela Delegacia de Palmeira dos Indios, mas mesmo assim, devido a dúvida que existia sobre o local exato do acidente, uma equipe de policiais da Delegacia de Acidentes e Delitos de Trânsito de Arapiraca ainda chegou a ir ao local, já que a dúvida deixava ainda maior o sofrimento de familiares. Mas o caso de fato acabou sendo assumido pela delegacia de Palmeira dos Indios.

No local foi constatado que ainda estavam os pertences da vítima do trágico acidente. Um parente da vítima estava no local, e confirmou que a vítima amava o que fazia, e que era solteiro e deixou um filho menor de idade. A Perícia do I.C e o procedimento do IML foi realizado logo depois .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *