Moradores reivindicam sinalização em trecho da AL-110, após senhora morrer atropelada em Arapiraca

No início da manhã desta quarta-feira (16), moradores do entorno da AL-110, no bairro Boa Vista, em Arapiraca, interditaram as duas vias da rodovia em protesto pela morte de uma moradora do bairro que foi atropelada ao atravessar a autopista.

Os moradores fecharam a duas vias com pneus e atearam fogo para chamar a atenção das autoridades para a necessidade de sinalização do local.

Segundo o filho da vítima, identificado como Jacson, sua mãe, de 57 anos, foi atropelada na semana passada, no local do protesto, passou seis dias internada no Hospital de Emergência do Agreste (HEA) e acabou falecendo no domingo (13).

Os manifestantes reivindicam a implantação de um quebra-molas ou de sinalização eletrônica para frear a velocidade dos veículos nesse trecho a AL-110. A reportagem do portal detalhedanoticia.com.br tem verificado que no trecho da rodovia não existe nenhuma passarela e nem semáforo. Os pedestres que querem atravesar, precisam utilizar brechas que existem no guardrail de cimento que divide a duplicação.

Segundo Jacson, sua mãe não foi a primeira pessoa atropelada nesse trecho da rodovia e o protesto de hoje é justamente para que outras famílias não venham a perder entes queridos em acidentes nessa rodovia.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o fogo e retirou os pneus na via. O trecho também não dispõe de iluminação digna e durante a noite coloca em risco a vida de motoristas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *