CRB empata com o Bahia por 1×1, na Fonte Nova

Em um jogo bem movimentado, apesar do início de temporada, o CRB conquistou um ponto importante em sua estreia na Copa do Nordeste 2019. Na Arena Fonte Nova, em Salvador-BA, o Galo empatou por 1×1 com o Bahia, na noite desta quarta-feira (16).

Aos 7 minutos da primeira etapa, Mateus Silva aproveitou a falha da zaga Tricolor e abriu o placar para o time regatiano. Um minuto depois, o centroavante Gilberto, com um lindo cabeceio, deixou tudo igual, dando números finais a partida.

Veja como foi a partida em Tempo Real!

Agora o Regatas volta as atenções para a estreia no Campeonato Alagoano, contra o Coruripe, no próximo domingo (20), às 16h, no Estádio Rei Pelé. Pela Copa do nordeste, o Galo volta a campo somente no dia 26 deste mês, contra o Ceará, ás 18h30 (de Alagoas), no mesmo Trapichão.

O Bahia, por sua vez, encara o Fluminense de Feira de Santana, na estreia do Campeonato Baiano, domingo (20), às 16h, no Joia da Princesa. Pelo Nordestão, o Tricolor de Aço vai até o Arruda, em Recife-PE, no dia 26, para encarar o Santa Cruz, às 16h.

O jogo

A partida começou bem movimentada. E o primeiro ataque no 1º tempo foi do Bahia, logo no primeiro minuto de bola rolando, levando perigo ao CRB e quase abrindo o placar. Nino Paraíba levantou pela ponta direita, a zaga do CRB afastou e no rebote, Gregore soltou um foguete e a bola passou à direita de Edson Mardden.

Mas quem abriu o marcador foi o Galo, Aos 7 minutos, após cobrança de escanteio, a zaga do Bahia não conseguiu cortar e a bola ficou livre para Mateus Silva, que finalizou rasteiro, no canto direito de Douglas: 1 a 0.

Quando o Galo ainda comemorava o seu gol, veio o empate do Bahia, um minuto depois. Paulinho levantou a bola na área do CRB, Gilberto ganhou da marcação regatiana e testou firme, para o chão, deixando tudo igual na Fonte Nova: 1 a 1.

O jogo a partir daí ficou eletrizante, com oportunidades para as duas equipes. Em uma delas, para o Bahia, aos 27 minutos, Paulinho cruzou da esquerda, Artur, na segunda trave, cabeceou e a bola bateu no travessão de Edson Mardden, que ficou estático, sem nada poder fazer. Para alívio do Galo, o Tricolor não ampliou o marcador.

Aos 29 minutos, novamente o time baiano deu trabalho ao CRB. Nino Paraíba cobrou falta mandando a bola na área, Tiago ganhou da marcação e cabeceou no canto esquerdo de Edson Mardden, mas a bola passou raspando a trave e foi para fora.

O CRB respondeu aos 32 minutos, quando Guilherme apareceu na ponta esquerda, cruzou com veneno e Paulinho afastou para escanteio. E na cobrança do córner, a zaga do Bahia afastou e a bola sobrou para Júnior, que cruzou novamente e Ferrugem acabou furando uma tentativa de bicicleta.

Era só pressão do Bahia e aos 37 minutos voltou a assustar o CRB. Artur fez boa jogada pela meia esquerda, ajeitou para Guilherme, que arriscou da entrada da área e a bola passou à direita do goleiro regatiano.

A última boa chance do jogo na etapa inicial foi do Bahia. Aos 41 minutos, Elton subiu no segundo andar e cabeceou. A bola passou por cima do gol de Edson Mardden.

No segundo tempo, o Bahia começou com bastante intensidade. O CRB, por sua vez, se defendia como podia e tinha dificuldade na saída de bola. Mas quando conseguiu chegar, aos 8 minutos, Hugo Sanches foi lançado em profundidade, ficou cara a cara com Douglas e finalizou, mas o goleiro do Bahia fechou o ângulo e fez uma defesa milagrosa, salvando o que poderia ser o segundo gol do CRB.

O CRB melhorou o contra-ataque e passou a criar mais alternativas nesse setor, saindo do sufoco que o Bahia estava exercendo no início. Mesmo assim, o time baiano ainda era melhor em campo.

Aos 19 minutos, o torcedor do Bahia tomou um susto. Tiago recuou para o goleiro Douglas, que demorou para tomar uma decisão e por pouco não perdeu a redonda para Hugo Sanches, do CRB. Apesar das investidas do Tricolor, as duas equipes já davam sinais de cansaço na metade da segunda etapa e o confronto caiu de rendimento.

Somente aos 38 minutos, foi que saiu mais um lance perigoso. E que lance! Gregore ajeitou para Shaylon na entrada da área, o atacante do Bahia soltou uma pancada de canhota e Edson Mardden saltou para espalmar para escanteio.

O Bahia seguia com mais volume e dois minutos depois, Artur apareceu livre de marcação na intermediária, encheu o pé e a bola foi para fora, passando à direita de Edson Mardden, que se esticou todo, mas não encontrou a redonda.

Nos minutos finais, o CRB manteve sua postura reativa e ainda desperdiçou uma boa chance na cobrança de falta batida por Hugo Sanches.

Bahia – Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Paulinho; Elton, Gregore, Guilherme e Elber (Iago); Artur e  Gilberto (Shaylon). Técnico: Enderson Moreira.

CRB – Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho, Edson Henrique e Igor; Claudinei, Ferrugem (William Barbio), Mateus Silva e Felipe Menezes; Guilherme e Hugo Sanches. Técnico: Roberto Fernandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *