SSP registra assassinatos em todos os 50 bairros de Maceió neste início de ano

Dados divulgados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) referentes a Crimes Violentos Leitais Intencionais (CVLI) ocorridos entre os anos de 2017 e 2018 indicam que os bairros do Benedito Bentes, Jacintinho, Cidade Universitária, Tabuleiro do Martins e Vergel foram os bairros de Maceió onde mais ocorreram assassinatos no período.

Nestes dois anos, foram registradas 547 mortes nas cinco comunidades. Por outro lado, em outras comunidades houve grande redução de crimes desta natureza.

Os Crimes Violentos Leitais Intencionais envolvem situações como homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte), feminicídio e resistência (morte em confronto com a polícia). Na lista de bairros onde ocorreram mais mortes constam ainda Vergel do Lago, Levada, Trapiche da Barra e Clima Bom. Este último, apesar de ainda se situar entre os primeiros da lista de ocorrências, registrou uma grande redução nos casos de assassinatos, caindo de 47 mortes em 2017 para 21 em 2018.

Outras localidades que também tiveram redução foram Jatiúca, situado na orla da capital, que caiu de 11 (2017) para 4 (2018); Gruta de Lurdes, na parte alta da capital, com redução de 6 (2017) para 3 (2018); Riacho Doce, de 6 mortes em 2017 para apenas 1 no ano passado; e a comunidade de Pescaria, onde foram registrados dois assassinatos em 2017 e nenhum em 2018.

Embora não figurem entre os bairros com maiores de CVLI, houve crescimento em alguns casos de mais de 100% no número de mortes de um ano para o outro, a exemplo das comunidades de Canaã, que subiu de 4 (2017) para 10 (2018); Feitosa de 4 para 9; Pajuçara de 1 para 3.

Neste período de dois anos, a SSP registrou CVLI em todos os 50 bairros de Maceió. Somadas, as ocorrências chegaram a 1190 assassinatos entre 2017 e 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *