ÁUDIO EXCLUSIVO:Programa canal 96 fala com delegado e com homicida após a prisão de acusado de matar empresária no RN

A Delegacia de Homicídios de Arapiraca, que tem á frente o delegado Everton Gonçalves, falou em primeira mão ao programa Canal 96, apresentado pelo radialista Mitchel Torquato, da rádio 96 FM e ao portal detalhedanoticia.com.br, sobre mais uma prisão de grande repercussão que ocorreu em Arapiraca.

Segundo informações do delegado, o elemento estava escondido em Arapiraca e foi denunciado através do Disk-denuncia 181.O delegado falou sobre o caso e enalteceu a dedicação da equipe de policiais da Homicídios de Arapiraca e falou sobre a importância da pareceria com as demais forças policiais.

O Delegado então tomando conhecimento da situação,começou a trabalhar com a sua equipe na tentativa de prender o elemento, que foi identificado como Fábio de Souza Santos, vulgo Xuxa, 33 anos, que teria participado de crime de homicídio contra uma empresária no estado do Rio Grande do Norte

Segundo informações, o elemento foi o terceiro do grupo criminoso a ser preso, já que a policia do RN confirmou que durante uma outra ação realizada em Sergipe, dois suspeitos de participação na morte da empresária Maria da Conceição de Lima Barbosa, de 56 anos, em novembro do ano passado, no interior do Rio Grande do Norte,acabaram sendo presos.

A ação foi realizada pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), com a Delegacia de Pedro Velho e em conjunto com policiais dos outros estados.

De acordo com os investigadores da Deicor, os homens estavam escondidos, separadamente, um em Alagoas e o outro em Sergipe. Enquanto isso, a Delegacia de Homicídios de Arapiraca já estava então com o elemento  Fábio de Souza Santos preso na Central de Policia de Arapiraca.

 O crime

Maria da Conceição de Lima Barbosa, de 56 anos, era dona de um posto de combustíveis no município de Santo Antônio. O corpo dela foi encontrado com marca de tiro na cabeça, na zona rural de Pedro Velho, distante cerca de 90 quilômetros de Natal, na madrugada de 8 de outubro do ano passado.

A mulher e a filha dela foram vítimas de assaltantes ainda na tarde do dia 7 de outubro, quando estavam na estrada, saindo de Santo Antonio a caminho de Natal. O carro em que elas estavam, um Ônix, foi trancado por outro veículo, modelo Gol, que tinha três criminosos; Dois deles assumiram o carro das mulheres e as levaram como reféns.

Em direção a Brejinho, os bandidos entraram em uma estrada de terra que dá acesso ao município de Espírito Santo, onde o Gol foi incendiado. O assaltante que estava no carro se juntou aos outros dois e o Ônix com as reféns seguiu viagem. Mais adiante, a filha foi libertada e a mãe continuou em poder dos criminosos.

Parentes também revelaram, na época, que os bandidos queriam o dinheiro do posto, exigindo que a empresária entregasse uma certa quantia. Maria da Conceição teria entregue um envelope com cerca de R$ 3 mil em dinheiro, dizendo que era tudo o que tinha com ela.

Já libertada, e com a ajuda de um morador da região, a filha conseguiu pedir socorro ao pai, que acionou a Polícia Militar, que fez buscas pelos criminosos. Já na madrugada, veio a notícia de que um corpo havia sido encontrado em uma estrada de terra entre Espírito Santo e Pedro Velho, próximo ao distrito de Coité.

O carro e bens da empresária foram achados já na Paraíba. Ouça abaixo a entrevista na integra do delegado Everton Gonçalves falando ao programa Canal 96, apresentado pelo radialista Mitchel Torquato, após a prisão de Xuxa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *