Corpo localizado por populares no Jardim Petrópolis é de taxista desaparecido

O corpo encontrado por populares no bairro Jardim Petrópolis, na tarde desta quarta-feira (23), é do taxista Edísio Correia Santos, de 64 anos, que foi visto pela última vez na noite dessa terça-feira (23), após ser abordado por passageiros.

Após o corpo ser localizado, parentes e amigos foram até o local e fizeram o reconhecimento. Até o momento, não há informação de como o taxista foi morto.

A Polícia Militar informou que foi acionada por populares. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) foi acionada para o local onde o corpo se encontra.

Uma equipe da Polícia Civil também foi mobilizada e, agora, um inquérito policial foi aberto para investigar o caso e, com isso, identificar os responsáveis pelo crime.

A polícia já tem imagens de um dos suspeitos que teria dirigido o veículo da vítima, que foi utilizado para cometer crimes. O veículo foi localizado na Rua Rodrigues Alves, no Prado, na manhã desta quarta-feira (23). Imagens mostram um suspeito chegando com o carro, desligando o veículo e saindo tranquilamente pela rua após abandonar o carro.

Após protesto de parentes da vítima e da perícia do carro, policiais iniciaram buscas para tentar localizar o taxista. Tiago Holanda, diretor do Sindicato dos Taxistas, afirma que houve demora das polícias para iniciar as buscas. “Tem imagens mostrando que o carro do taxista foi abordado e depois usado para fazer arrastões”, afirma.

Pela manhã, um protesto bloqueou trecho da Avenida Siqueira Campos, no Trapiche da Barra, ponto em que o taxista trabalhava. Após negociação com o comandante do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), coronel Felipe Lins, a pista foi liberada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *