CRB empata com o Brasiliense e se classifica na Copa do Brasil

O CRB não foi bem, ficou apenas no empate em 0 a 0 diante do Brasiliense na tarde desta quarta-feira (13) em Brasília, mas foi o bastante para se garantir na segunda fase da Copa do Brasil. Além de avançar na competição nacional, a equipe alagoana ainda garantiu um importante reforço no caixa.

O CRB receberá uma cota de R$ 625 pela passagem de fase da competição nacional. O próximo jogo do time alvirrubro será contra o vencedor da partida entre Sergipe e Goiás, que se enfrentam nesta quarta-feira a noite, em Aracaju.

O JOGO – 1º TEMPO

Bola rolando no “Serejão” e quem assustou primeiro foi o CRB. Hugo Sanchez foi ao ataque, arriscou de fora da área e exigiu grande defesa do goleiro Edmar Sucuri, que afastou o perigo para o Brasiliense.

Não demorou muito e o time “Candango” deu a resposta. Numa jogada despretenciosa, Alex Murici, conhecido no futebol alagoano, mandou bola venenosa na área, que passou na frente do goleiro Edson Mardden, assustando a equipe alagoana.

A partir daí, a equipe da casa passou a dominar o jogo. O Brasiliense tinha maior posse de bola, criava mais e assim, assustava mais. Em cruzamento do experiente atacante Reinaldo, o companheiro de setor ofensivo, Romarinho, cabeceou e mandou perto do gol.

O forte calor limitava a velocidade dos times e por conseqüência, as chances de gol. O Brasiliense continuou chegando, o CRB se defendendo e o primeiro tempo foi encerrado sem gols.

2º – TEMPO

Na volta para o segundo tempo o cenário do jogo parecia o mesmo. O Brasiliense tomando a iniciativa, até arriscou primeiro com Peninha, mas seguia com maior volume de jogo diante do CRB.

Aos pousos, o equilíbrio estava estabelecido e os treinadores passavam a mudar peças, pensando em mudar a cara do jogo. A equipe da casa principalmente, uma vez que o empate só servia para o time alagoano.

O jogo entrou na sua reta final e com ela a tensão aumentou. As mudanças de ambos os lados pouco ou quase nada mudaram no cenário da partida, que seguia indefinido nos minutos finais.

No CRB, uma das apostas do técnico Roberto Fernandes para os minutos finais, se deram do meio para frente. Felipe Menezes entrou na vaga de Hugo Sanchez para dar maior mobilidade ao meio e Victor Rangel no lugar de Zé Carlos, que parecia ter sentido o clima quente e pouco produziu.

A melhor chance do CRB veio justamente nos minutos finais. Victor Rangel fez grande jogada em velocidade e bateu forte, acertando o travessão e na sobra, Felipe Menezes não aproveitou e a defesa afastou o perigo.

Por conta da parada técnica para hidratação e substituições, o árbitro concedeu seis minutos de acréscimo. No último lance de perigo, falta perigosa para o Brasiliense. Peninha bateu forte, por baixo da barreira e Edson Mardden salvou o CRB.

Final de jogo, 0 a 0 e CRB classificado na Copa do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *