Policia Civil é preso após se envolver em confusão

O policial civil Maurílio – o sobrenome não foi revelado – foi preso na tarde de sexta-feira (19), por duas equipes da Polícia Militar (PM), após se envolver em confusão em um restaurante no município de Maragogi, Litoral Norte de Alagoas
Segundo testemunhas, o policial teria se irritado depois que um funcionário do estabelecimento pediu para que ele aguardasse o momento do atendimento. Ainda irritado, Maurílio teria puxado a arma – uma pistola ponto 40 – e ameaçado os consumidores presentes no local.
Uma mensagem de voz que circula em aplicativo de mensagem, um policial militar que teria participado da prisão revela os policiais chegaram a conter Maurílio, que depois de ouvir os protestos da população, tentou resistir à prisão. “O PM conversando com ele para ele ir na boa, mas ele se rebelou”, diz um trecho da mensagem.
Maurílio foi encaminhado para a Delegacia Regional de Matriz do Camaragibe, onde foi autuado pelo delegado Belmiro Cavalcante por ameaça e posse de arma, já que a arma que ele estava no momento, não tinha registro. Ainda ontem, o policial civil foi encaminhado para a Casa de Custódia, em Maceió.
Nesta tarde, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Ricardo Nazário da Silva, confirmou à Gazetaweb a prisão do policial civil e informou que já acionou o seu departamento jurídico para cuidar do caso.
Ricardo Nazário também informou que pretende ter acesso aos vídeos que circulam em aplicativo de mensagens, para saber se houve excesso por parte dos policiais militares que efetuaram a prisão. O presidente do Sindpol disse que não descarta a possibilidade de uma representação dos policiais militares na Corregedoria da PM.
https://www.youtube.com/watch?v=ZSp7GMKH4EQ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *