Atacante do FLU quer jogar no FLA

Pedro informou, na tarde desta sexta-feira, à diretoria do Fluminense a vontade de se transferir para o Flamengo – atleta e seu estafe, porém, alegam que comunicaram o desejo de ouvir o projeto esportivo e financeiro dos clubes interessados em seu trabalho (leia abaixo a nota oficial). O presidente tricolor, Mário Bittencourt, por sua vez, manteve a postura irredutível e respondeu que, para atender ao desejo, o jogador teria de convencer o Rubro-Negro a arcar com a multa rescisória de 50 milhões de euros (cerca de R$ 200 milhões).

A informação foi publicada inicialmente pela coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo. Posteriormente, confirmada pelo GloboEsporte.com.

O desejo do centroavante de 22 anos foi comunicado em uma reunião no CT tricolor. Estiveram presentes ao encontro Pedro, os empresários do atleta, Márcio Giugni e Daniel Nassif, e Cristiano Pereira, representante do Artsul, clube que divide com o Fluminense os direitos econômicos do jogador. Eles se encontraram com Mário, com o vice-presidente Celso Barros e com o diretor executivo de futebol, Paulo Angioni.

Tratou-se de um movimento do estafe do atleta para abrir negociação com o Flamengo. Buscando um camisa 9 a pedido do técnico Jorge Jesus, o Rubro-Negro fez, na semana passada, uma proposta de 10 milhões de euros por 70% dos direitos econômicos de Pedro, prontamente recusada pelo Flu.

Na sequência, o Flamengo chegou a preparar uma oferta de 12 milhões de euros integralmente ao Tricolor pelos 50% que detém (a outra metade é do Artsul), mas diante da postura irredutível do clube de Laranjeiras, acabou recuando no negócio. Mesmo assim, a direção reuniu fundos para pagar os salários atrasados do atleta para evitar o risco de uma ação na Justiça pedindo a rescisão de contrato, como ocorreu com Gustavo Scarpa.

No último fim de semana, Pedro já havia comunicado ao técnico Fernando Diniz a vontade de escutar os planos do Flamengo por ele. Na quinta-feira, o atleta, após se recuperar de lesão muscular, treinou pela primeira vez no campo com os companheiros.

O Flamengo, conforme apuração do GloboEsporte.com, mantém a posição de que está fora da disputa pelo jogador. Marcos Braz (vice de futebol) e Mário Bittencourt fizeram um acordo de cavalheiros no último domingo de que o Rubro-Negro não insistiria na negociação. Neste cenário, o clube da Gávea sequer oficializaria a proposta que vinha sendo costurada de 12 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos do jogador.

Revelado pelo Fluminense, Pedro chegou a passar pelas categorias de base do Flamengo de 2007 (Sub-11) a 2011 (Sub-15), mas foi dispensado pelo Rubro-Negro. Em seguida, passou por Duquecaxiense e Artsul antes de chegar a Xerém para integrar a base do Tricolor em 2014. Subiu aos profissionais em 2016 e teve como grande temporada 2018, quando foi artilheiro do time no ano e chegou a ser convocado para a seleção brasileira – mas acabou cortado em razão da lesão no joelho.

NOTA OFICIAL – PGB SPORTS/ AGÊNCIA 90’/ FOOTBALL CAPITAL

Em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (5) com a diretoria do Fluminense Football Club, Pedro mostrou, mais uma vez, interesse em ouvir o projeto esportivo e financeiro dos clubes interessados em seu trabalho por entender que este é um direito de qualquer profissional, seja este da área que for. Entendemos ser importante o diálogo e a conversa buscando o melhor para ambas as partes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *