EXCLUSIVO:PC nega que sete pessoas tenham sido presas por tráfico nos Caititus,confirma três prisões e diz que outras quatro pessoas conduzidas para averiguação assinaram como testemunhas.

A Polícia Militar prendeu suspeitos de tráfico e estourou uma boca de fumo no bairro Caititus, em Arapiraca, na tarde desta terça-feira (08). Sete pessoas foram conduzidas à Central de Polícia para averiguação. Guarnições do Pelotão de Operações Especiais – 01 e 02 participaram da ação.

Segundo o que foi colhido na Central de Polícia Civil, os sete homens estavam na residência, no local conhecido como “Rua do Reggae”, no bairro Caititus. Segundo o comandante da guarnição, os suspeitos informaram que o fornecimento do material ilícito viria do “Lixão das Mangabeiras”, depois disso, informaram que seria no bairro Itapoã, mas nada foi encontrado nestes locais.

Após a tentativa de confundir a polícia, um dos suspeitos, identificado como Jadson Souza, de 26 anos, assumiu que o material lhe pertencia. As apreensões foram possíveis após o recebimento de denúncia anônima. As guarnições apreenderam cerca de R$ 300 reais, em espécie, 123 bombinhas de maconha e dois aparelhos celulares.

O ponto de tráfico foi encontrado no bairro Caititus, num local conhecido como Rua do Reggae. Cinco dos presos estavam na “boca” deflagrada, e outros dois estavam nos bairros Mangabeiras e Itapoã.

O portal detalhedanoticia.com.br foi o primeiro de Alagoas que constatou que a PC negou que sete pessoas tenham sido presas e confirmou que de fato foi preso e ainda relatou como ficou a situação de cada pessoa que foi conduzida.

A contrário do que diz alguns noticiários, a Polícia Civil negou que sete pessoas tenham sido autuadas, e informou que somente três pessoas foram presas. A Delegacia Regional de Arapiraca, que durante as férias do delegado Everton Gonçalves, está tendo á frente a delegada Maria Fernandes Porto, informou que apenas três pessoas foram presas.

Foram presos: Jhon Lenon Souza dos Santos, de 23 anos; Jadson Souza dos Santos, de 26 anos; Wellinton Souza dos Santos, de 23 anos, acabaram sendo presos , após admitirem ser donos de drogas encontradas ali.

A Polícia Militar conseguiu recuperar 123 bombinhas de maconha, dois aparelhos celulares e mais ou menos 300 reais em espécie.

Outras quatro pessoas foram apenas conduzidas para averiguação e foram liberadas por não terem cometido nenhum crime.

A Policia Civil informou ao portal detalhedanoticia.com.br, que quatro pessoas, estas identificadas como Bruno Alves da Silva, de 21 anos; Carlos Roberto da Silva, de 20 anos; Joel de Lima Souza, de 19 anos; e Leonicio Pereira Bispo Júnior, de 26 anos, apesar de terem sido conduzidos para averiguação, não foram autores de crime algum, e apenas assinaram como testemunhas e foram liberados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *