Soteldo brilha, e Santos passa fácil pelo Goiás

Santos está cada vez mais perto de garantir, pelo menos, o terceiro lugar do Campeonato Brasileiro. Com uma muito boa, o Peixe não deu chances ao Goiás mesmo no Serra Dourada e venceu por 3 a 0, neste sábado à tarde, em Goiânia. Brilhou a estrela do venezuelano Soteldo, autor de dois gols (o primeiro deles um golaço) e que ainda deu uma assistência para Marinho marcar

Goiás estaciona

A segunda derrota consecutiva faz a equipe dirigida por Ney Franco parar nos 42 pontos e se distanciar do sonho de brigar por uma vaga na Copa Libertadores de 2020. A vantagem para a zona do rebaixamento ainda é confortável – nove pontos.

Santos em alta

Com a vaga na Libertadores praticamente assegurada, o time de Jorge Sampaoli subiu para os 64 pontos, em terceiro, e ficou apenas dois apenas atrás do Palmeiras (faz neste momento o clássico contra o Corinthians). São 11 pontos de vantagem para o Grêmio, quarto, que ainda enfrenta a Chapecoense, em Santa Catarina

Primeiro tempo

O Santos foi para a cima, dominou o jogo e poderia ter encerrado ter aberto uma ótima vantagem na etapa inicial. Com velocidade e trocas rápidas de passes, o Peixe envolveu o Goiás com facilidade e criou chances em sequência. Sánchez, Soteldo e Sasha quase marcaram. Coube ao venezuelano, porém, a obra-prima da tarde, aos 26 minutos. Ele aproveitou rebote na área e, de primeira, acertou um lindo chute no canto direito, sem qualquer chance para Tadeu. O Goiás nada fez. Nem mesmo Michael, jogador mais perigoso da equipe, encontrou espaços para jogar diante da boa marcação santista.

Segundo tempo

Sánchez, logo no primeiro minuto, perdeu a chance de encaminhar a vitória do Santos. O Goiás teve uma leve melhora, passou a incomodar mais e assustou. Aos nove, Rafael Vaz cobrou falta com muita força e exigiu boa defesa de Everson. O Santos acabou com qualquer reação rival aos 14 minutos. Marinho recebeu de Soteldo e aumentou a vantagem. E o baixinho venezuelano queria mais: aos 27, ele marcou o terceiro do Santos após ótima jogada de Marinho. O dia não era do Goiás. Aos 38, Barcia perdeu na pequena área uma chance incrível de descontar.

Público e renda

Pagantes: 12.453

Presentes: 13.226

Renda: R$ 265.830,00

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *