Áudio:PM identifica alguns suspeitos de participação em roubo de carga de fumo em Feira Grande;ouça a entrevista

Em mais um grande trabalho realizado, a Polícia Militar, através de mais um trabalho conjunto e que teve todo um empenho de policiais do Cisp de Girau do Ponciano e outras forças, foi localizado um grupo de pessoas que teriam tido participação em caso de roubo de carga de fumo na região de Feira Grande.

Segundo as primeiras informações, um sobrinho da vítima que foi um  idoso que teve a família amarrada no dia do ocorrido, teria tido , segundo denuncias que estão sendo apuradas, a participação na trama, para que o roubo ocorresse contra o próprio tio.

No dia do ocorrido, os criminosos  roubaram 23 bolas de fumo, na quarta-feira (5/02/2020), na zona rural de feira Grande, fingiram ser policiais e amarraram as vítimas que ficaram de refém por mais de uma hora. O fumo foi recuperado pela polícia, em uma ação conjunta do 3oBPM, Aéreo e Cisp de Girau do Ponciano, na tarde desta sexta-feira (7).

De acordo com a vítima, José Juvino Filho, os criminosos chegaram em sua chácara, no sítio Impueira, no início da noite da última quarta-feira. Três homens estavam em um carro preto e se identificaram no portão como policiais.

Foi então que os criminosos insistiram que ele abrisse o portão, alegando que a polícia estava à caminho, e o senhor José Juvino disse que abriria quando a polícia chegasse para entender o motivo dessa denúncia. “E ficaram insistindo para que eu abrisse, eu conversando com dois, um terceiro veio por trás e pulou”.

José Juvino disse ainda que apontaram um revólver para ele, o amarram, bem como sua esposa e sua filha, nas mãos e nos pés.  As vítimas ficaram de refém por mais de uma hora quando um caminhão Mercedez Azul chegou e começou a carregar o fumo. Os criminosos reviraram a casa, derrubaram móveis, ameaçaram as vítimas e fugiram, deixando os três amarrados.

Foram roubadas 23 bolas, mas a polícia recuperou 22. A polícia acredita que a bola de fumo que falta foi paga como frete. Ainda de acordo com a polícia o serviço de inteligência localizou o local em que o fumo estava escondido. A polícia já sabe a identidade da pessoa que toma conta do terreno, uma vez que a mesma vai ao local três vezes ao dia para alimentar galinhas que são criadas no terreno.

Também foram roubados R$ 1.500,00 em dinheiro. As bolas de fumo recuperadas valem em torno de R$ 40 mil, e segundo a polícia levantou, o dono do caminhão que foi utilizado no roubo, teria afirmado que recebeu um chamado para ir buscar uma carga de fumo, e que chegando ao local com outras pessoas no caminhão, percebeu que já haviam ali, pessoas que seriam assaltantes que renderam o idoso, e que naquele momento , não acionou a polícia devido o medo. Essa versão do caminhoneiro está sendo também apurada.

O Sub-tenente Aremilton, informou ainda que além do dono do caminhão, foram localizadas outras pessoas, que também teria  sido ouvidas, a exemplo de um sobrinho que segundo denuncias, teria arquitetado o plano.Também foi informado que os suspeitos localizados, não poderiam ser presos, pois estaria fora do flagrante.

Ouça abaixo a entrevista na integra, onde o Sub-tenente Aremilton fala sobre a identificação de suspeitos, que estão ainda sendo investigados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *