Mesmo foragido, prefeito de Maribondo renuncia ao cargo

O prefeito de Maribondo, Leopoldo Pedrosa, renunciou ao cargo na tarde desta quinta-feira (26). Ele justificou a decisão como “interesse de natureza pessoal”.

O pedido de renúncia foi enviado à Câmara Municipal antes da realização de uma sessão extraordinária que poderia cassar o mandato de Leopoldo. No mesmo ato, seria empossado o vice-prefeito, Serginho Marques. 

A carta de renúncia de Pedrosa já era esperada, uma vez que se ele fosse cassado, perderia seus direitos políticos. Ao abdicar do cargo, ele sofrerá nenhuma sanção junto à Justiça Eleitoral. 

Leopoldo Pedrosa está foragido da Justiça desde dezembro de 2019, quando rompeu a tornozeleira eletrônica. Ele é acusado pela Polícia de ter praticado crimes de assassinato e tráfico de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *