ÁUDIO: detalhedanoticia acompanhou operação em Palmeira dos Indios e chefe de operações trouxe balanço final. Ouça

Uma Operação Integrada da Polícia Civil está cumprindo 17 mandados de prisão, busca e a apreensão, contra suspeitos de crimes de homicídio e tráfico, na cidade de Palmeira dos Índios.

De acordo com a Polícia Civil, a operação é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e é fruto de um trabalho investigativo realizado por agentes da 5ª Delegacia Regional de Palmeira dos Índios sob o comando do Delegado Rosivaldo Vilar. Três pessoas já foram presas, três armas de fogo, uma quantidade de drogas, munições e um adolescente foram apreendidos.

A Polícia Civil revelou nesta quinta-feira (01), que esclareceu o assassinato do jovem, filho de um policial militar, crime ocorrido no dia 22 de fevereiro, na Rua Valdemar Holanda Cavalcante, no Conjunto José Maia Costa, em Palmeira dos Índios.

De acordo com o chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, Diogo Martins, a vítima foi assassinada por engano e três suspeitos de envolvimento no crime, entre eles um menor de 17 anos, já estão à disposição da justiça.

Segundo Diogo Martins, o adolescente foi apreendido nesta quarta-feira (31), no Conjunto José Maia Costa. O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal do município, após parecer favorável do Ministério Público (MP).

O chefe de operações disse que os acusados confessaram o crime. Eles confessaram o fato, até agora nós conseguimos identificar dois executores. “Segundo eles foi por engano. Eles pretendiam executar outro indivíduo que estava na casa poucos minutos antes e tinha saído. O alvo seria outro indivíduo”. Disse o Diogo

De acordo com o Delegado Gustavo Xavier, da DEIC, já foram apreendidos três armas de fogo, munições, drogas e sete celulares. Até às 7:30h da manhã desta quinta-feira, 01, três pessoas já haviam sido presas

A ação tem a participação de militares do 10º Batalhão , do Comando de Policiamento de Áreas (CPA II), e da Gerência de Polícia Judiciária da 3ª Região (GPJ3).

O último suspeito do assassinato de Lucas Santos de Lima, 25 anos, foi localizado durante uma operação policial ocorrida na manhã desta quinta-feira, 01, na cidade de Palmeira dos Índios, Agreste de Alagoas.

A vítima, identificada como Lucas Santos era filho de um militar, ele foi morto no dia 22 de fevereiro, ao ter a casa invadida pelos criminosos.

As prisões de outros suspeitos-

No dia 11 de março, em uma operação da polícia, dois suspeitos do crime foram presos. O último suspeito, foi capturado nesta quinta-feira. Relembre a prisão dos dois suspeitos: Operação integrada prende dupla suspeita no envolvimento na morte de filho de militar

Segundo o chefe de Operações da Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, Diogo Martins, o adolescente foi apreendido no Conjunto José Maia Costa. O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal do município, após parecer favorável do Ministério Público do Estado (MPE/AL).

Segundo a polícia, o trio confessou o homicídio e afirmou que foi por engano. “Segundo eles foi por engano. Eles pretendiam executar outro indivíduo que estava na casa poucos minutos antes e tinha saído. O alvo seria outro indivíduo. OUÇA ABAIXO TRECHO DE ENTREVISTA DE CHEFE DA OPERAÇÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *