Craíbas, no Agreste alagoano, não registra homicídios há seis meses

A Polícia Civil de Alagoas, por meio da equipe do 62°DP de Craíbas, coordenada pelo delegado regional de Arapiraca, Guilherme Martim Iusten, informa que o município está há mais de seis meses sem ocorrência de homicídio consumado, uma vez que o último caso se deu no dia 12/01/2021 e o penúltimo também aconteceu no início do ano, ambos elucidados com autoria, portanto, até a presente data 14/07/2021 não se registrou mais nenhum homicídio consumado na circunscrição do município de Craíbas, o que reflete a força do trabalho repressivo realizado de forma célere pela Polícia Civil, bem como o trabalho preventivo da Polícia Militar, pois as duas forças policiais trabalham atualmente cada vez mais integradas no CISP – Centro Integrado de Segurança Pública.

A redução nos índices de CVLIs – crimes violentos letais e intencionais – tem sido uma constante em todo o Estado de Alagoas.

Ressalte-se que todos os inquéritos policiais, que apuraram casos de tentativas de homicídios ocorridos em 2021 no município de Craíbas, também foram concluídos com autoria, evitando-se que acontecessem crimes mais graves como os homicídios consumados.

A Polícia Civil permanece firme apurando todo e qualquer tipo de infração penal, dando respostas rápidas à sociedade, que fica mais tranquila ao tomar conhecimento de que criminosos estão sendo identificados e devidamente processados, na forma da lei.

O delegado Guilherme Iusten atribui o sucesso das investigações criminais no município de Craíbas aos abnegados policiais civis que compõem a equipe do 62°DP, os quais labutam diuturnamente a fim de apurar as infrações penais, bem como ao apoio incondicional do delegado Mário Jorge Barros, gerente de Polícia Judiciária da área 3, do Delegado-Geral Carlos Alberto Reis e do Secretário de Segurança, Dr. Alfredo Gaspar de Mendonça.

Por fim, solicita à população que continue denunciando pelo disque denúncia 181 a ocorrência de crimes, a identificação dos respectivos autores e a localização dos foragidos da justiça, pois toda denúncia é averiguada minuciosamente no mais absoluto sigilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *