PCAL CONCLUI INQUÉRITO E APONTA PADRASTO COMO SUSPEITO DE ESTUPRAR ENTEADA NO INTERIOR

A Polícia Civil concluiu o inquérito que aponta um homem de 32 anos como o suspeito de estuprar a própria enteada no interior de Alagoas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (15).

As investigações apontam que os abusos começaram há dois anos no povoado Pé Leve, que fica na zona rural de Limoeiro de Anadia, quando a menina tinha 13 anos. Segundo a polícia, na ocasião, os exames periciais não foram conclusivos e o caso não teve andamento. Nesse período, a adolescente foi morar com o pai.

A mãe continuou convivendo com o padrasto. O casal se mudou para Arapiraca, e tempos depois, a menina voltou a morar com eles. De acordo com a polícia, os abusos continuaram. A família denunciou o suspeito em janeiro desse ano.

Como não houve o flagrante, o padrasto não foi preso. Com o inquérito concluído e já enviado à Justiça, a expectativa é que seja pedida a prisão preventiva do suspeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *