Vídeo:Delegada fala ao detalhe da noticia, enaltece trabalho da equipe e conta mais detalhes de prisão de acusado de matar enteado em Lagoa da Canoa

A Polícia Civil de Alagoas, através da equipe do 57º DP de Lagoa da Canoa, comandada pela delegada Maria Fernanda Porto, confirmou a prisão de um homem acusado de matar o próprio enteado, de 5 anos, naquela cidade. A vítima, foi Alonso Gabriel Rodrigues,5 anos, que foi assassinado pelo homem identificado como Iramir Santos. Segundo foi confirmado pela polícia, o acusado disse que que matou por que o menino, segundo ele, estava atrapalhando o relacionamento seu relacionamento com a mãe do menino.

A mulher não tem envolvimento com o crime, segundo a polícia. “Iramir contou que a criança estava dormindo, ele pegou ela nos braços e levou até o quintal da residência, onde colocou a criança submersa até entrar em óbito”, disse a delegada do 57º Distrito Policial de Lagoa da Canoa, que tem a frente a delegada Maria Fernanda Porto.

O crime foi cometido por volta das das 5h de sábado (25/06/2022). Na primeira versão que o padrasto contou à polícia, Alonso teria acordado pela manhã, aberto a porta e entrado sozinho na caixa d’água. Entretanto, ao ouvir a mãe do menino, os policiais notaram que os depoimentos eram contraditórios e que o padrasto não soube explicar como a criança teria conseguido abrir uma porta que tinha uma trava.

Outro detalhe que chamou a atenção foi a sandália que a criança sempre calçava quando saia da cama, pois o mesmo já tinha de costume não andar descalço, e naquela ocasião, a sandália estava no mesmo local perto da cama. Parecia ser um simples detalhe, se não fosse a investigação feita buscando pontos que foram dando início a linha de investigação, que apontava que o menino teria sido levado por alguém, e nesse caso, a primeira suspeita foi para o padrasto.

Após as informações levantadas pela polícia, a prisão preventiva já foi pedida pela delegada Maria Fernanda Porto, titular do 57 DP, delegacia de Lagoa da Canoa, que através de um trabalho de investigação que desvendou o caso, aguardou somente a determinação pela prisão do acusado, para que o mesmo fosse preso.

Após a entrevista concedida ao canal detalhe da noticia, onde o radialista Mitchel Torquato conversou com autoridades e também com o o acusado, o caso ganhou ainda mais repercussão, e graças ao empenho da equipe de investigação da delegacia de Lagoa da canoa, comandada pela delegada Maria Fernanda Porto, o mandado de prisão do homem acusado do crime acabou sendo expedido pela justiça, através da juiza Luana Cavalcante.

Segundo foi constatado e registrado com exclusividade pelo radialista Mitchel Torquato, o mandado foi cumprido na manhã do último sábado,2/07/2022,onde toda a ação da polícia foi acompanhada de perto pela nossa reportagem, que entrevistou a delegada, o chefe de operações e mais uma vez, conversou com o homem acusado no crime “O mandado foi expedido pela juíza plantonista e nós demos cumprimento no fim da manhã. O suspeito já está na Central de Polícia de Arapiraca e fica à disposição da Justiça,sendo que agora vamos trabalhar a transferência dele, para o presídio do agreste”, disse a delegada Maria fernanda. Que enalteceu o trabalho da equipe que trabalhou na investigação.

“A nossa equipe trabalha com o objetivo de se fazer justiça. E sempre trabalhando com todos os trâmites exigidos dentro da lei. A cidade pode até ser pequena, mas tem seus problemas e mostra que nesse quesito não é uma cidade tão pacata, e exige que a gente trabalha cada vez mais firme para combater esse tipo de crime . Foi um caso que causou muita comoção e estamos aqui diante de uma situação que foi um crime bárbaro. A pessoa presa se mostrou ser um homem frio, diante do fato posso dizer perigoso, mas a nossa parte foi feita e agora é levar o mesmo até o sistema prisional,para que o mesmo pague pelo crime. Estamos sempre trabalhando e a disposição da sociedade” Disse a delegada. Acompanhe abaixo outros trechos da entrevista